Repost: Quais produtos estão disponíveis em meu dentista para o clareamento de meus dentes em casa?

Produtos para clarear os dentes, disponíveis em seu dentista garantem uma forma mais confortável e eficaz de clarear os dentes em casa. Seu dentista pode avaliar as necessidades de clareamento de seus dentes e recomendar o sistema correto para você.

  • Todas as opções de branqueamento com sistema de moldeiras supervisionados pelo dentista recaem em um gel clareador com um principio ativo, normalmente um tipo de peróxido, para clarear os dentes.

 

  • Seu dentista inicia o processo montando um sistema de moldeiras personalizado para a sua boca. Este sistema é mais confortável de usar do que um molde para aquecer e morder, ou qualquer outro tipo de molde ajustável. Os moldes personalizados clareiam mais facilmente, tanto os dentes superiores quanto os inferiores, caso você decida clarear ambas arcadas. Eles também ajudam a minimizar a sensibilidade da gengiva e garantem que seus dentes fiquem expostos ao produto clareador de maneira correta.

 

  • Seu dentista irá lhe fornecer uma quantidade de gel clareador, que pode ser colocado na moldeira com uma seringa ou um tubo. Este gel normalmente contém peróxido de carbamida ou peróxido de hidrogênio a uma concentração de 10-22%. Dependendo da fórmula, você será orientado a usar a moldeira diariamente por algumas horas ou durante a noite, durante um tempo determinado.

 

  • Se você sentir sensibilidade ou irritação temporária, consulte seu dentista. Ele deve recomendar um tratamento com flúor para ser feito em casa, ou aconselhá-lo(a) a interromper o processo de clareamento por um período curto de tempo.

Repost de: Colgate Profisisonal

Repost: Tratamento para clareamento em consultórios em apenas uma visita

Quase todas as pessoas, que têm dentes permanentes, podem ser candidatos ao clareamento dental. Seu dentista poderá avaliar sua saúde bucal e recomendar o método mais adequado para você. Dependendo do tipo e da gravidade das manchas, a sugestão poderá ser um ou mais dos seguintes tratamentos:

  • Uma limpeza profissional para a remoção de manchas externas causadas por alimentos e pelo fumo,
  • O uso de um creme dental clareador para auxiliar na remoção das manchas superficiais no intervalo entre as visitas odontológicas,
  • Para melhores resultados, utilize um gel clareador que seja apropriado e economicamente acessível ou fitas de clareamento para melhores resultados,
  • Clareamento de manchas mais teimosas ou amareladas,
  • Coberturas para restaurar dentes irregulares e danificados, ou para obter outros resultados específicos.

Pergunte ao seu dentista qual a técnica de clareamento mais indicada para você.

  • Dentes amarelados reagem melhor ao clareamento: no entanto os dentes amarronzados ou acinzentados, raiados ou mosqueados – devido à tetraciclina ou excesso de flúor – podem não clarear uniformemente.
  • Pessoas com doenças periodontais ou que possuem dentes particularmente sensíveis provavelmente deveriam evitar técnicas  com substâncias químicas, pois podem irritar gengivas sensíveis.
  • O clareamento não é recomendado se houver restaurações da própria cor natural dos dentes ou coroas em seus dentes da frente – o clareador não alterará a cor desses materiais, e ficarão aparentes no seu sorriso recém clareado. Você poderá investigar com o seu dentista outras opções, tais como facetas laminadas.
  • Em alguns casos, onde houver sérios problemas dentários ou mandibulares, uma coroa ou jaqueta, recomendado para corrigir problemas ortodônticos, talvez possa resultar em um sorriso mais branco e mais atraente.

Repost de: Colgate Profissional

Cárie dentária

O que são Cáries?

A cárie está relacionada à desmineralização do dente, que ocorre quando tipos específicos de bactérias produzem ácidos que destroem o esmalte do dente e a camada do dente logo abaixo dela, a dentina. É uma doença provocada por bactérias que moram na nossa boca. Quando não é tratada a tempo pode destruir todos os dentes.

Como aparecem?

Quando não removemos a camada de bactérias que se forma quando ingerimos alimentos ou bebidas ricas em açucares, como refrigerantes, balas, sucos e cafés adoçados com açúcar, etc, elas aparecem e podem provocar “buracos” nos dentes. Quando você ingere alimentos que contenham carboidratos (açúcar e amido), estes carboidratos são digeridos pelas bactérias da placa, produzindo ácidos que corroem a estrutura do dente. Com o tempo, o esmalte do dente começa a fraturar por debaixo da superfície, enquanto a parte externa permanece intacta. Quando uma quantidade suficiente de esmalte sob a superfície já tiver sido destruída, a superfície se desmorona, expondo a cavidade de cárie.

Como sei se tenho cárie?

Apenas seu dentista pode dizer com certeza se você tem cárie. Isto porque a cárie se desenvolve embaixo da superfície do dente, onde você não pode vê-la.

Sinais e Sintomas da cárie:

Os sintomas de cárie incluem:

  • Dor de dente
  • Sensibilidade a alimentos e bebidas doces, quentes ou frios
  • Dor ao mastigar

A cárie pode levar a perda dos dentes?

Sim. A cárie descalcifica os dentes, como se os dissolvessem e esta situação pode condenar todos os dentes.

Quem pode ter cárie?

Todas as pessoas que não possuam uma boa higienização e que ingerem varias vezes ao dia alimentos ou bebidas ricas em açúcar.

A infecção da cárie pode afetar meu corpo?

Sim. Quando as bactérias atingem o canal ou nervo do dente pode provocar infecções sérias e que se não forem tratadas, evoluem para outras partes do corpo. São os famosos abscessos, responsáveis pelo inchaço no rosto, produção de grande quantidade de pus e dor.

O que posso fazer para não ter cárie?

A higiene bucal cuidadosa é a melhor forma de evitar a ocorrência de cáries. É preciso remover todos os dias a camada de bactérias que se forma sobre os dentes.

Formas de prevenção à CÁRIES:

  1. Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, e use o fio dental diariamente
  2. Evitar lanches com alimentos açucarados ou ricos em amido
  3. Visitar o dentista duas vezes ao ano para limpezas e exames

Marque sua consulta aqui.

facebookinstagram

 

 

Mau hálito (Halitose)

O que é halitose?

Halitose significa “mau hálito”.

As causas são:

  • Higiene bucal inadequada;
  • Gengivite;
  • Ingestão de certos alimentos como, por exemplo, alho ou cebola;
  • Tabaco e produtos alcoólicos;
  • Boca seca;
  • Doenças sistêmicas tais como câncer, diabetes, problemas com o fígado e rins.

Como saber se tenho halitose?

Uma forma de saber se você tem mau hálito é cobrir sua boca e nariz com a mão, exalar e sentir o hálito. Uma outra forma é perguntar a alguém em quem você confia como está o seu hálito.

Como prevenir a halitose?

  • Evite alimentos que causam mau hálito.
  • Escove bem seus dentes três vezes ao dia e use fio dental diariamente.
  • Remova a dentadura antes de dormir limpando-a bem antes de recolocá-la de manhã
  • Visite seu dentista periodicamente para fazer uma avaliação e uma limpeza de seus dentes

Se o seu mau hálito persistir mesmo após uma boa escovação e o uso do fio dental, consulte seu dentista.

 

facebookinstagramgoogle

Como cuidar dos dentes do meu bebê?

Os bons cuidados bucais começam no início da vida. Mesmo antes dos dentes do bebê nascerem, existem alguns fatores que podem afetar sua futura aparência e saúde.

A tetraciclina, um antibiótico comum, pode causar a descoloração ou manchas nos dentes. Por esta razão, não deve ser usada por mães que estão amamentando ou mulheres na segunda metade da gravidez.

Como os dentes do bebê geralmente nascem por volta dos seis meses de idade, não há razão para usar a escovação e o fio dental. Mas, os bebês têm necessidade de cuidados bucais especiais que todos pais devem conhecer. Entre esses cuidados estão a prevenção das cáries causadas pelo uso da mamadeira e a certeza de que seu filho esta recebendo uma quantidade adequada de flúor.

O que são as cáries de mamadeira e como evitá-las?

São cáries causadas pela exposição frequente a líquidos que contém açúcar, como o leite. Os líquidos se acumulam ao redor dos dentes por longos períodos de tempo, enquanto seu bebê está dormindo por exemplo, provocando as cáries. Por esta razão, nunca deixe sua criança adormecer com a mamadeira de leite ou suco na boca. Ao amamentar, não deixe o bebê se alimentar continuamente. E após cada mamada, limpe os dentes e as gengivas do seu bebê com uma gaze umedecida.

Como saber se meu bebê está recebendo a quantidade certa de flúor?

O flúor faz bem mesmo antes de os dentes do seu filho começarem a aparecer. Ele fortalece o esmalte dos dentes enquanto estes estão se formando. Muitas empresas de distribuição de água adicionam a quantidade de flúor adequada ao desenvolvimento dos dentes. Marque sua consulta aqui.

 

Bruxismo, sinais e sintomas

O que é Bruxismo?

Um dos sintomas do problema é acordar e os músculos da sua mandíbula estarem doloridos ou você estar com dor de cabeça. O ranger ou forte apertar dos dentes também é uma característica. Também pode fazer os dentes ficarem doloridos ou soltos, e, às vezes, partes dos dentes são literalmente desgastados. Eventualmente, pode acarretar a destruição do osso e do tecido da gengiva. O Bruxismo também pode levar a problemas que envolvam a articulação da mandíbula.

Como saber se tenho bruxismo?

O bruxismo é um hábito inconsciente, sendo assim, as pessoas podem nem mesmo perceber que estão fazendo isto, até que alguém comente que elas fazem um horrível som de ranger de dentes enquanto estão dormindo. Para outras pessoas, é quando fazem um exame dental rotineiro e descobrem que seus dentes estão desgastados ou o esmalte de seu dente está rachado.

Outros potenciais sinais de bruxismo incluem dor na face, na cabeça e no pescoço.

Como o bruxismo é tratado?

O tratamento apropriado dependerá do que está lhe causando o problema. Examinando detalhadamente seus dentes, seu dentista pode lhe ajudar a determinar a fonte potencial de seu bruxismo. Alguns dos tratamentos são:

  • O uso de um dispositivo quando dormir ou placa para bruxismo ou apertamento. Apesar de o dispositivo ser uma boa maneira para lidar com bruxismo, ele não é uma cura.
  • Encontrando meios de relaxamento. A tensão cotidiana parece ser uma das causas principais do bruxismo, e não importa o que seja que reduza a tensão, pode contribuir.
  • Reduzindo a “exposição” de um ou mais dentes para igualar sua mordida. Uma mordida anormal, no qual os dentes não se ajustam bem, também pode ser corrigido com restaurações, coroas ou ortodontia.

Marque sua consulta aqui.

 

facebookinstagramgoogle

Bruxismo infantil

O hábito de ranger os dentes involuntariamente é comum entre os pequenos e por isso é importante agir para evitar o problema. Ranger os dentes é comum até os seis anos de idade, já que a boca está aos poucos crescendo e acomodando os novos dentes.No entanto, o hábito deve ser observado já que o bruxismo também pode ser um reflexo de problemas emocionais.

O bruxismo infantil pode ser causado por ansiedade e stress decorrentes. Além dos motivos emocionais, o bruxismo também pode estar relacionado a diferentes problemas , seja a má oclusão, que pode ser provocada pelo uso excessivo de chupeta ou mamadeira, problemas de respiração como asma ou rinite, deficiências nutricionais ou até fatores hereditários.

Se o problema estiver relacionado ao alinhamento dos dentes é necessário algum tipo de tratamento ortodôntico, como a colocação de aparelho.

Existem também algumas maneiras de tentar prevenir ou ao menos minimizar o problema em crianças. Incentivar a mastigação desde pequenos é uma delas.  Do lado emocional, tentar estabelecer uma rotina de atividades que não seja pesada para a criança pode ajudar. Estabelecer um ambiente tranquilo na hora de dormir também pode ser efetivo para diminuir a tensão da criança e evitar o bruxismo.

De qualquer forma, a melhor maneira de saber o tratamento ideal para o bruxismo é consultar um dentista.