Cárie dentária

O que são Cáries?

A cárie está relacionada à desmineralização do dente, que ocorre quando tipos específicos de bactérias produzem ácidos que destroem o esmalte do dente e a camada do dente logo abaixo dela, a dentina. É uma doença provocada por bactérias que moram na nossa boca. Quando não é tratada a tempo pode destruir todos os dentes.

Como aparecem?

Quando não removemos a camada de bactérias que se forma quando ingerimos alimentos ou bebidas ricas em açucares, como refrigerantes, balas, sucos e cafés adoçados com açúcar, etc, elas aparecem e podem provocar “buracos” nos dentes. Quando você ingere alimentos que contenham carboidratos (açúcar e amido), estes carboidratos são digeridos pelas bactérias da placa, produzindo ácidos que corroem a estrutura do dente. Com o tempo, o esmalte do dente começa a fraturar por debaixo da superfície, enquanto a parte externa permanece intacta. Quando uma quantidade suficiente de esmalte sob a superfície já tiver sido destruída, a superfície se desmorona, expondo a cavidade de cárie.

Como sei se tenho cárie?

Apenas seu dentista pode dizer com certeza se você tem cárie. Isto porque a cárie se desenvolve embaixo da superfície do dente, onde você não pode vê-la.

Sinais e Sintomas da cárie:

Os sintomas de cárie incluem:

  • Dor de dente
  • Sensibilidade a alimentos e bebidas doces, quentes ou frios
  • Dor ao mastigar

A cárie pode levar a perda dos dentes?

Sim. A cárie descalcifica os dentes, como se os dissolvessem e esta situação pode condenar todos os dentes.

Quem pode ter cárie?

Todas as pessoas que não possuam uma boa higienização e que ingerem varias vezes ao dia alimentos ou bebidas ricas em açúcar.

A infecção da cárie pode afetar meu corpo?

Sim. Quando as bactérias atingem o canal ou nervo do dente pode provocar infecções sérias e que se não forem tratadas, evoluem para outras partes do corpo. São os famosos abscessos, responsáveis pelo inchaço no rosto, produção de grande quantidade de pus e dor.

O que posso fazer para não ter cárie?

A higiene bucal cuidadosa é a melhor forma de evitar a ocorrência de cáries. É preciso remover todos os dias a camada de bactérias que se forma sobre os dentes.

Formas de prevenção à CÁRIES:

  1. Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, e use o fio dental diariamente
  2. Evitar lanches com alimentos açucarados ou ricos em amido
  3. Visitar o dentista duas vezes ao ano para limpezas e exames

Marque sua consulta aqui.

facebookinstagram

 

 

Aparelho ortodôntico em adultos

Por que mais adultos estão colocando aparelho ortodôntico?

Os adultos estão utilizando aparelhos ortodônticos pois eles se tornaram menos volumosos e menos visíveis nos últimos anos. Alguns adultos querem corrigir problemas com seus dentes ou maxilares antes que eles causem danos maiores ou mais sérios. Outros querem melhorar a aparência, corrigindo problemas estéticos existentes há bastante tempo, que podem causar danos reais com o passar do tempo. Dentes e maxilares que não estão alinhados adequadamente podem levar a desgaste prematuro, cárie dental avançada e doença gengival, necessitando dentaduras ou outras soluções reconstrutoras e até mesmo cirurgias mais extensas.

Podem corrigir com o uso do aparelho dentário:

  • Espaços entre os dentes (diastemas)
  • Dentes que se comprimem uns aos outros (apinhamento dental)
  • Dentes desalinhados
  • Sobremordidas
  • Mordidas abertas
  • Mordidas cruzadas

Como posso saber se o aparelho ortodôntico para adultos está indicado para mim?

Se você imagina que pode se beneficiar com um aparelho ortodôntico, marque uma avaliação aqui. Iremos examinar seus dentes e, talvez, solicitar radiografias para estudar a estrutura óssea de suporte. Com base no que ele encontrar, um plano de tratamento será recomendado.

facebookinstagram

Alinhadores invisíveis

Os Alinhadores Invisíveis surgiram como resposta aos desafios colocados pelas técnicas tradicionais.

Aparelhos convencionais:

  • Materiais pesados: fios,brackets, molas;
  • Afeta a auto-estima do paciente;
  • Em geral, pode comprometer a saúde bucal (higiene);
  • Movimentação dental rústica e desconfortável ao paciente;
  • Pode atrapalhar a dicção e alimentação;

Alinhadores invisíveis:

  • Materiais aprimorados e mais leves: polímeros específicos;
  • Alinhadores são invisíveis, pacientes mais à vontade;
  • Total higiene bucal e dos alinhadores (removíveis);
  • Movimentação gentil, precisa e confortável;
  • Mais ergonômico e fácil de usar.

 

Agende uma consulta aqui.

facebookinstagram

Cuidados com a escova dental e sua substituição

Como posso cuidar da minha escova dental?

Para preservar a sua escova dental e a sua saúde, certifique-se:

  • Deixá-la secar completamente entre um uso e outro. As escovas podem ser meios de cultura para germes, fungos e bactérias.
  • Depois de usar a escova, agite-a vigorosamente sob água corrente e guarde-a em pé, de forma que possa secar.
  • Para evitar que os vírus da gripe e resfriado se propaguem de uma escova para outra, tente evitar que sua escova se encoste em outras quando guardada.
  • Um porta-escovas tradicional com fendas para manter diversas escovas em pé é um investimento valioso para a saúde de sua família.

Com que freqüência devo trocar minha escova dental?

A maioria dos dentistas concorda que você deve trocar sua escova dental a cada três meses ou quando as cerdas deformarem.

Também é importante trocar de escova após resfriado, gripe, infecção na boca ou dor de garganta. Isso porque os germes podem se alojar nas cerdas da escova e levar à reinfecção.

Como posso proteger minha escova durante viagens?

Uma caixa plástica para escova evitará que as cerdas fiquem espremidas ou achatadas no seu kit de viagem. Após a escovação, no entanto, você deve deixar a escova secar exposta ao ar. Marque sua consulta aqui.

 

facebookinstagramgoogle

Protetores bucais

O que é um protetor bucal?

Os protetores bucais são aparelhos que se encaixam nos dentes para protegê-los de qualquer tipo de impacto.

Devem ser usados sempre que a pessoa participa de atividades esportivas que envolvam a possibilidade de quedas, contatos físicos bruscos ou choques com objetos voadores.

Os protetores bucais geralmente cobrem os dentes superiores e são projetados para evitar a fratura de dentes, corte nos lábios ou qualquer outro dano à boca.

Que tipos de protetores bucais existem?

Independentemente do tipo, todo protetor bucal deve ser flexível, resistente à ruptura e cômodo de usar. Deve também adaptar-se na sua boca de forma a não restringir a fala ou respiração. Os três tipos de protetor bucal disponíveis no mercado são:

  • Protetores feitos sob medida
  • Protetores moldáveis em água quente
  • Protetores comuns

Quanto tempo dura um protetor bucal?

O ideal seria trocar seu protetor bucal a cada temporada porque, com o passar do tempo, se desgastam e o coeficiente de proteção se reduz. É importante que os adolescentes troquem seus protetores com certa freqüência pois estão em fase de crescimento. Marque sua consulta aqui.

 

facebookinstagramgoogle

Mau hálito (Halitose)

O que é halitose?

Halitose significa “mau hálito”.

As causas são:

  • Higiene bucal inadequada;
  • Gengivite;
  • Ingestão de certos alimentos como, por exemplo, alho ou cebola;
  • Tabaco e produtos alcoólicos;
  • Boca seca;
  • Doenças sistêmicas tais como câncer, diabetes, problemas com o fígado e rins.

Como saber se tenho halitose?

Uma forma de saber se você tem mau hálito é cobrir sua boca e nariz com a mão, exalar e sentir o hálito. Uma outra forma é perguntar a alguém em quem você confia como está o seu hálito.

Como prevenir a halitose?

  • Evite alimentos que causam mau hálito.
  • Escove bem seus dentes três vezes ao dia e use fio dental diariamente.
  • Remova a dentadura antes de dormir limpando-a bem antes de recolocá-la de manhã
  • Visite seu dentista periodicamente para fazer uma avaliação e uma limpeza de seus dentes

Se o seu mau hálito persistir mesmo após uma boa escovação e o uso do fio dental, consulte seu dentista.

 

facebookinstagramgoogle

O quanto meus dentes podem tornar-se brancos?

O quanto meus dentes podem tornar-se brancos?

A mudança de dois ou três tons de branco pode fazer uma grande diferença no sorriso de quase todas as pessoas. O objetivo deve ser chegar na melhor tonalidade e ainda parecer um sorriso natural.

O quanto seus dentes podem ser clareados depende de alguns fatores, como:

  • A escolha por um método clareador ou não, ou a porcentagem de princípio ativo no produto.
  • A cor natural de seus dentes ou a resposta deles ao clareamento.
  • Uma sessão de clareamento ativada por luz,  pode resultar em dentes muito mais brancos, instantaneamente.
  • Uma moldeira personalizada criada pelo seu dentista para clareamento doméstico precisa de um tempo maior, devendo usá-la por algumas horas.
  • Produtos para clareamento disponíveis nas farmácias ou nas lojas do varejo podem conter menores concentrações do princípio ativo comparados àqueles encontrados no consultório do dentista.

A maioria dos clareamentos não são permanentes.

Não fumantes que não tomam café ou chá, freqüentemente não observam a alteração na coloração dos dentes depois do clareamento. Seus resultados dependerão de seus hábitos e dos alimentos ingeridos. Saiba mais aqui.

 

facebookinstagramgoogle

O que é hipersensibilidade dentinária?

O que é hipersensibilidade dentinária?

A hipersensibilidade dentinária acontece quando a raiz do dente fica exposta. Uma vez que a raiz é exposta, a camada protetora pode ser facilmente removida, resultando em túbulos dentinários abertos e dor. A dor é causada pelo movimento de fluido nestes túbulos que chegam até as terminações nervosas do dente. Calor, frio, ar podem causar essa rápida movimentação de fluido nos túbulos, gerando a sensação de dor.

Um dos problemas que a sensibilidade pode trazer é levar ao paciente não escovar adequadamente os dentes nas regiões onde a dor está presente.

Como saber se tenho hipersensibilidade dentinária?

Se você sentir uma dor aguda e de curta duração após a ingestão de alimentos e bebidas quentes ou frias, seus dentes podem estar sensíveis.  Este é um problema que afeta um em cada quatro adultos.

 

Como tratar a hipersensibilidade dentinária

Em primeiro lugar, visite seu dentista para o correto diagnóstico de seu problema bucal. Pergunte a ele quais os produtos mais adequados para a prevenção e tratamento da hipersensibilidade dentinária. Marque sua consulta aqui.

 

facebookinstagramgoogle

Perguntas comuns para cuidado à criança

 A amamentação no peito é melhor do que a mamadeira na prevenção de caries na criança?

Amamentar no peito em vez de utilizar mamadeiras é melhor para o desenvolvimento da criança. Porém, amamentar no peito pode levar a formação de cáries na infância da mesma forma que a amamentação por mamadeira.

Tudo bem se minha criança chupar o dedo polegar?

Chupar o polegar é normal em crianças; a maioria para por si próprias até os 2 anos de idade.

  • Se sua criança chupa o polegar e tem mais de 2 anos de idade, tente desencorajá-la até completar 4 anos.
  • Chupar o dedo além da idade de 4 anos pode levar ao problemas de dentes tortos.

Tudo bem se meu bebê usar a chupeta?

Sim, mas não a coloque em líquidos adoçados. Além disso:

  • Tente fazer com que sua criança abandone o hábito da chupeta até os idade de 2 anos de idade.
  • Lembre-se que enquanto a chupeta e chupar o polegar não fazem nenhuma diferença para a saúde da criança, uma chupeta pode ser uma escolha melhor, porque pode ser mais fácil parar com o hábito.

Qual é o melhor método para escovar os dentes de uma criança pequena?

Use uma escova pequena e com cerdas macia, faça movimentos circulares ou movimentos ondulados em todas as superfícies dos dentes. Quando sua criança aprender a cuspir, use uma pequena quantidade de creme dental com flúor do tamanho de uma ervilha na escova.

 Posso transmitir bactérias prejudiciais que possam afetar os dentes do meu bebê?

Sim. Germes causadores de cáries podem ser transmitidos via contato.

Quando devo começar a usar creme dental com flúor na escovação da minha criança?

Quando sua criança souber cuspir. Flúor é seguro e necessário para manter os dentes fortes, mas somente em níveis apropriados.

Eu uso água engarrafada em casa, e não contém flúor. Tudo bem?

Se você usa água engarrafada para beber e cozinhar – ou se sua água do sistema público (comunitário) não contém flúor – não esqueça de avisar a seu dentista ou médico.

Marque sua consulta aqui.

 

facebookinstagramgoogle

Como cuidar dos dentes do meu bebê?

Os bons cuidados bucais começam no início da vida. Mesmo antes dos dentes do bebê nascerem, existem alguns fatores que podem afetar sua futura aparência e saúde.

A tetraciclina, um antibiótico comum, pode causar a descoloração ou manchas nos dentes. Por esta razão, não deve ser usada por mães que estão amamentando ou mulheres na segunda metade da gravidez.

Como os dentes do bebê geralmente nascem por volta dos seis meses de idade, não há razão para usar a escovação e o fio dental. Mas, os bebês têm necessidade de cuidados bucais especiais que todos pais devem conhecer. Entre esses cuidados estão a prevenção das cáries causadas pelo uso da mamadeira e a certeza de que seu filho esta recebendo uma quantidade adequada de flúor.

O que são as cáries de mamadeira e como evitá-las?

São cáries causadas pela exposição frequente a líquidos que contém açúcar, como o leite. Os líquidos se acumulam ao redor dos dentes por longos períodos de tempo, enquanto seu bebê está dormindo por exemplo, provocando as cáries. Por esta razão, nunca deixe sua criança adormecer com a mamadeira de leite ou suco na boca. Ao amamentar, não deixe o bebê se alimentar continuamente. E após cada mamada, limpe os dentes e as gengivas do seu bebê com uma gaze umedecida.

Como saber se meu bebê está recebendo a quantidade certa de flúor?

O flúor faz bem mesmo antes de os dentes do seu filho começarem a aparecer. Ele fortalece o esmalte dos dentes enquanto estes estão se formando. Muitas empresas de distribuição de água adicionam a quantidade de flúor adequada ao desenvolvimento dos dentes. Marque sua consulta aqui.